02 de maio de 2021 às 08:23

O TRABALHADOR E A SUA MISSÃO

Crônica de Elias Daniel de Oliveira (02/05/2021)

Crédito:Doodle do Dia do Trabalhador 2021 mostra diferentes profissões — Foto: Reprodução/Google

O mês de maio inicia com a comemoração do trabalho. Por que é necessário trabalhar? Quais as implicações que tudo isto acarreta? Por que a diferença salarial é tão grande, mesmo dentro da mesma classe? Bom, são inúmeras indagações que tentaremos comentar hoje com o objetivo de mostrar a todos que o trabalho é necessário para nós e também para a sociedade.

Na verdade, trata-se do dia do TRABALHADOR e é considerado feriado em alguns países do mundo. A data surgiu no ano de 1886 nos Estados Unidos quando operários fizeram uma paralização para reivindicar melhores condições de trabalho. O movimento espalhou-se pelo mundo e novos protestos aconteceram. No ano de 1889, na França, decidiram que a data se tornaria uma homenagem aos trabalhadores que haviam feito greve três anos antes. É triste a realidade de necessitar movimentos de revolta para fazer o patrão perceber que o dinheiro que entra na sua empresa vem do penoso trabalho dos seus funcionários que merecem respeito, condições dignas e salário justo e compatível.

Vivemos em uma sociedade capitalista que valoriza mais o dinheiro que o ser humano. Ela também impõe que não há a mínima possibilidade de viver sem ele e que para consegui-lo, faz-se necessário suar a camisa e trabalhar muito, em contrapartida o sistema oferece os benefícios como alimentação, moradia, vestuário, lazer, educação, saúde, dentre outros. Trata-se de uma via de mão dupla, o trabalhador faz a sua parte e a sociedade o recompensa. Até aqui tá tudo bem, o que incomoda é a questão salarial e a exploração. Na verdade, a grande maioria da população não recebe pelo tanto que trabalha. A percepção de tudo isto é o enriquecimento rápido do empregador em detrimento do empobrecimento do funcionário. Tudo bem que ele teve gastos com a montagem da empresa e, inegavelmente, ele é o dono, talvez por isto precise ser bem mais agraciado, mas quando há uma valorização do trabalhador, todos ganham. Peguemos como exemplo um supermercado em que os funcionários têm seus salários bem pagos, recebem gratificações, elogios, respeito, enfim são tratados como pessoas. Trabalhando em um ambiente agradável, farão de tudo para continuar na empresa com serviços bem feitos, caprichosos, bom atendimento aos clientes, limpeza, eficiência e por ai vai. Com certeza, diante de tanta acolhida e qualidade, os clientes farão questão de comprar naquele comércio, fazendo com que o sucesso seja completo. Máximo Gorky dizia que, “A nova cultura começa quando o trabalhador e o trabalho são tratados com respeito”. Por outro lado, um lugar penoso para se trabalhar fará dos funcionários incompetentes e revoltados e desta forma vai acontecer a queda das vendas e prejuízo pra todo mundo.

Mas qual o segredo para ter um emprego que se possa ganhar muito e trabalhar menos? Vários fatores contribuem, dentre eles a profissionalização. Estudar é de fato o segredo de sucesso. Se não for possível fazer um curso superior, faça um técnico ou mesmo um destes rápidos, mas é necessário possuir propriedade naquilo que se faz. Atualizar sempre e aprimorar, não podem ser esquecidos por quem já tem conhecimento. O mundo de hoje está muito exigente e quem dormir no ponto poderá sofrer as consequências. Elbert Hubbard dizia que “Uma máquina pode fazer o trabalho de cinquenta pessoas comuns. Nenhuma máquina pode fazer o trabalho de uma pessoa extraordinária”. Têm também os empreendedores, pessoas que conseguem crescer nos seus pequenos negócios. Infelizmente têm aqueles que ganham dinheiro fácil por intermédio de organizações criminosas, enganações, explorações, golpes, cargos comissionados no serviço público com desempenho zero e por meios nada lícitos. Geralmente estes não podem ser considerados trabalhadores, são tão somente os destruidores do conceito de trabalho.

Na proteção dos trabalhadores, nesta data celebra-se também SÃO JOSÉ. Trata-se de um privilégio muito grande o santo mais top do céu cuidar de quem labuta para cuidar de sua família. Ele era um carpinteiro que também ensinou o oficio a Jesus. Era justo, competente e fazia o seu trabalho com prazer. É interessante a história cristã ter nascido num berço de pessoas humildes e trabalhadoras, porque se levássemos em consideração a nobreza e poderio do Filho de Deus, o ideal seria nascer num berço de ouro com riquezas e luxos. Mas aconteceu outro desfecho para concretizar o ideal profetizado no Antigo Testamento e a fundamentação da doutrina. Peçamos a São José pelo nosso trabalho, pelos desempregados, pelos empregadores. Que neste tempo de pandemia que causou grandes danos à economia, nosso santo protetor possa interceder a Deus por esta sociedade que sofre a angústia da decadência financeira, bem como os desempregos e falta de perspectivas.

Para encerrar, vamos trazer aqui a Oração do Trabalhador: “Jesus, divino trabalhador e amigo dos trabalhadores, volvei Vosso olhar benigno para o mundo do trabalho. Nós vos apresentamos as necessidades dos que trabalham intelectual, moral ou materialmente. Bem sabeis como são duros os nossos dias cheios de canseira, sofrimentos e insídia. Vede as nossas pernas físicas, morais e repeti aquele brado de Vosso coração. Tenho dó deste povo. Dai-nos a sabedoria, a virtude e o amor que vos alentou nas Vossas laboriosas jornadas, inspirai-nos pensamentos de fé, de paz e moderação, de economia, a fim de procurarmos com o pão de cada dia, os bens espirituais para transformarmos a face da terra, completando assim a obra da criação que Vós iniciastes e que Vossa Luz ilumine a nós na busca de melhores leis sociais e ilumine os legisladores a estabelecer uma sociedade de justiça e amor. Amém!”

Fonte: CLIENT

comentários

Estúdio Ao Vivo