08 de fevereiro de 2021 às 21:07

MANDA A TRISTEZA EMBORA

Crônica de ELIAS DANIEL DE OLIVEIRA (07/02/2021)

Crédito:https://br.freepik.com/

Nos momentos de dificuldade Deus sempre provê meios de relaxar os seus filhos e proporcionar-lhes a esperança. Os gestos são os mais simples que vão desde uma bela flor mostrando vida como uma canção aleatória que acaba passando exatamente aquela mensagem que a pessoa precisava ouvir. A crônica de hoje vai sem inspirar numa canção do Grupo Revelação com o nome “Tá escrito”.

Esta música é do ano de 2014 e foi tema da novela global “Dona do Pedaço”. O seu criador Xande de Pilares comentou no site gshow.globo.com no ano de 1919 que, embora todos acreditem que ela tenha sido escrito para ajudar as pessoas deprimidas, na verdade foi feita para acalentar um dos companheiros do grupo que havia perdido um filho. Mas, ela alcançou muita gente pelo país. Na matéria o cantor lembra um fã que disse ter passado por dificuldade financeira chegando ao fundo do poço a tal ponto de pensar em suicidar-se. Chegou até a escrever uma carta para a família e amigos para despedir-se. Ele escutou a música pelo rádio de um carro, desistiu do seu ato e tudo mudou.

Na canção o autor fala do cultivo à semente do amor para não deixar a peteca cair. Deixa claro que nunca se pode parar de sonhar e que problemas todos têm, bem como a solução. Vamos então à letra do “Tá Escrito” do Grupo Revelação: “Quem cultiva a semente do amor, seque em frente e não se apavora. Se na vida encontrar dissabor, vai saber esperar sua hora. Quem cultiva a semente do amor, segue em frente e não se apavora. Se na vida encontrar dissabor, vai saber esperar a sua hora. Às vezes a felicidade demora a chegar, ai é que a gente não pode deixar de sonhar. Guerreiro não foge da luta e não pode correr, ninguém vai poder atrasar quem nasceu pra vencer. É dia de sol, mas o tempo pode fechar, a chuva só vem quando tem que molhar. Na vida é preciso aprender se colhe o bem que plantar. É Deus quem aponta a estela que tem que brilhar. Erga essa cabeça, mete o pé e vai na fé, manda essa tristeza embora. Basta acreditar que um novo dia vai raiar, sua hora vai chegar...”.

A letra é riquíssima! Cada frase inspira o desenvolvimento de um tema! O autor estava bem inspirado e jogando no ritmo de pagode transmite uma alegria impressionante que vai muito além de algumas palavras para levantar a autoestima, mas faz o ouvinte ver a vida de maneira diferente. Segundo o autor, quem ama a si e aos outros, logicamente cultivando a semente do amor, consegue ir em frente e não apavora. É claro que na vida existem muitos dissabores, mas são exatamente eles que contribuem para o crescimento, lembram a pedra do poema do Carlos Drummond de Andrade que já citamos aqui em diversas crônicas? Por intermédio dela ele aprendeu a crescer e rever os seus problemas. Continuando... o autor comenta que pra tudo tem a sua hora e nós já vimos esta expressão até mesmo na Bíblia no livro de ECLESIASTES, assim, basta esperar. Quando relata que as vezes a felicidade demora chegar, nos atentemos ao fato de que o nosso tempo não é o de Deus e nada neste mundo tem como acontecer num passe de mágica, mas nem por isto podemos parar de sonhar. A expressão de GUERREIRO utilizada por ele é bastante salutar neste mundo em que nada é fácil e, como numa guerra, lutar sempre na busca pelo sucesso, afinal de contas, NÃO HÁ VITÓRIA SEM LUTA! Legal ele lembrar que, “quem está na chuva, é para se molhar” exatamente naquele momento em que o sol foi embora. Chorar jamais, até mesmo porque não vai resolver nada! Como diz na canção “Na vida é preciso aprender se colhe o bem que plantar”. Ou seja, você colhe aquilo que planta, se planta o bem, colherá o bem, se planta o ódio, colherá o ódio... pelo menos, plante a esperança, que poderá nascer o amor e, com certeza, a felicidade tão esperada. Para isto, a inspirada canção remonta uma antiga música de Jorge Aragão, VOLTA POR CIMA: “Reconhece a queda e não desanima, levanta, sacode a poeira e dá volta por cima”. No TÁ ESCRITO, a conclusão vem com o melhor do ritmo onde todos começam a dançar ou pelo menos bater o pé no chão ou sambar com os dedos na mesa com “Erga essa cabeça, mete o pé e vai na fé, manda essa tristeza embora. Basta acreditar que um novo dia vai raiar, sua hora vai chegar...”.

A escritora Janice F. Rocha disse certa vez: “Sei que não é fácil estar feliz quando vivemos alguns dias difíceis, mas precisamos ajeitar o coração, colocar as coisas no lugar, superar as pancadas da vida, se reerguer de algumas quedas, sabendo que Deus é o socorro bem presente na angústia”. E é por ai mesmo! A vida nos ensina muito! Se até Jesus Cristo passou por momentos difíceis, nós, míseros mortais não temos como escapar. Em nosso favor vem a força de vontade e o desejo de melhorar sempre!

Enfim, o principal objetivo da reflexão de hoje foi exatamente fazer desta linda canção um motivador a mais para aquelas pessoas que estão tristes, deprimidas e desencantadas da vida. Algumas são vítimas da pandemia que mudou a maneira de todo mundo viver, outras estão numa fase difícil procurando aquela luzinha no fim do túnel mas se deparando com bloqueios que cérebro proporciona. É claro que cada um é cada um, como dizia a expressão popular. Conselho se fosse bom se vendia, não dava! Mas por que não oferecer umas palavras de conforto e otimismo, vai que cola! Ainda a pouco citamos o rapaz que queria suicidar e escutando estas recomendações do grupo Revelações, pensou melhor e deu maior valor a vida! E para encerrar, repitamos a conclusão da música:  “Erga essa cabeça, mete o pé e vai na fé, manda essa tristeza embora. Basta acreditar que um novo dia vai raiar, sua hora vai chegar...”.

Fonte: CLIENT

comentários

Estúdio Ao Vivo