05 de outubro de 2020 às 15:39

A DEVOÇÃO A NOSSA SENHORA APARECIDA!

OUTUBRO, MÊS DE NOSSA SENHORA APARECIDA

Crédito:https://www.elo7.com.br/


 

O que justifica Nossa Senhora Aparecida ser tão popular? Por qual motivo os brasileiros a adotaram como padroeira? Por que ela é apresentada na cor negra sendo ela a Imaculada Conceição? Qual o significado do foguetório do meio dia? Qual a importância da Basílica na cidade de Aparecida, no norte de São Paulo? Bom, se formos delinear todas as perguntas relativas à santa, esta introdução ocuparia o lugar da crônica toda. Então, melhor utilizar as palavras do coração nas respostas para que o texto fique ainda mais lindo. Vamos então navegar nestas perguntas assim como fizeram os pescadores na época em que encontraram a imagem e tentemos descobrir toda a beleza da devoção a NOSSA SENHORA APARECIDA.

A popularidade mariana acontece pelo mesmo motivo por qual toda pessoa tem íntima relação e paixão pela própria mãe. O próprio Jesus amava incondicionalmente a sua e não acontece diferente entre nós. Assim, amar Nossa Senhora é assemelhar-se ao Filho de Deus. No Novo Testamento é possível encontrar diversos versículos que tratam da veneração àquela que foi escolhida para ser a mãe do salvador. Os brasileiros adotaram a de Aparecida como sua suprema protetora por causa da sua história iniciada no meio de pescadores humildes e sofredores. Assim também encontra o povo desta nação que identificou nela o alivio para a suas dores e penúrias. A humildade dela se assemelha à dos seus filhos.

A adoção de Nossa Senhora Aparecida como padroeira está ligada ao fato deste país ser essencialmente católico. A lenda aconteceu no exato momento do inicio da história política e social do Brasil bem na época dos escravos e domínio dos coronéis. Só não é possível dizer que naquela época houve uma aceitação unânime das partes para esta designação de protetora, até mesmo porque os fazendeiros não queriam que o seu domínio terminassem. Só que, o milagre acontecido naquele rio fez com que todos tivessem plena certeza que Nossa Senhora não abandona os seus filhos, fundamentalmente nos momentos de dificuldade.

A cor negra de Nossa Senhora Aparecida tem seus mais diversos significados, um deles o fato da imagem de Imaculada Conceição ter sido abandona naquele rio e ter sofrido o desgaste do tempo, mas, o mais importante é analisar que os maiores sofredores daquela ocasião eram os negros vindos da África para trabalharem nas fazendas como escravos debaixo de muita pressão e desumanidade. A mesma cor dos negros representada na mãe de Jesus parece ser um mérito e um sinal interessante que até hoje ganha respeito e notoriedade quando vem a lembrança a injustiça no Brasil Colonial e Imperial no que concerne à escravização. É lógico que a mãe de Jesus, levando em consideração a região em que vivia era de cor clara, mas esta mudança de tonalidade aproxima as pessoas que sofrem preconceito e elas veem nela o acalento e alivio para os seus sofrimentos.

O foguetório das doze horas no dia 12 de outubro tem uma relação com alegria. A cultura utiliza esta prática como expressão de satisfação ou exaltação de alguma coisa. Há quem não compartilhe desta ideia pelo fato dos foguetes assustarem os cachorros ou mesmo serem utilizados em guerras, mas, olhando pelo lado de homenagem, cai bem elevar o nome da Senhora de Aparecida como excelsa e digna de honra. O som dos estrondos não visa incomodar os descrentes ou mesmo desagradar os cães e muito menos causar transtornos, mas tão somente deixar o dia diferente e harmonioso!

Quem já foi a Aparecida no norte de São Paulo por romaria ou mesmo excursão viu a piedade dos devotos que com o coração transbordando de emoção e alegria visitam a Casa da Mãe com a mesma sensação do filho que mora em outra cidade e viaja quilômetros para visitar aquela que o gerou e lhe proporcionou a vida. São pessoas dos mais diversos lugares que se aglomeram e cumprem as suas promessas além de agradecer por tantas bênçãos recebidas. É emocionante ver os olhos daqueles romeiros que brilham ao sentir a áurea do lugar. Lá é a sede maior da religiosidade brasileira que não tem nenhuma interpretação de fanatismo ou idolatria conforme dizem alguns evangélicos, mas de devoção e consideração àquela que foi nomeada pelo próprio Jesus para ser a mãe da humanidade.

Por falar nos nossos irmãos de outros segmentos religiosos, uma coisa é certa, eles desperdiçam a oportunidade de usufruir de uma intercessora bem perto de Deus que tem um carinho incomensurável com seus filhos e os atende independente de solicitação. Eles costumam dizer que tem acesso direto sem necessitar de uma intercessora, mas como é gostoso possuir uma mãe no céu que fica atenta constantemente da mesma forma que a nossa aqui da terra. Como é bom chegar à casa da nossa mãe e encontrá-la com aquele carinho acolhedor e cheio de amor para oferecer! Assim também é Nossa Senhora! Os católicos também têm livre acesso a Deus por intermédio da oração, mas esta escala por uma pessoa tão terna e amável somente intensifica o objetivo de intercessão em prol de resultados ainda mais rápidos.

Viva a mãe de Deus e nossa sem pecado e concebida! Viva a Virgem Imaculada, a Senhora Aparecida! Aqui estão vossos devotos cheios de fé incendida de conforto e de esperança ó Senhora Aparecida! Virgem santa, Virgem bela! Mãe amável, Mãe querida amparai-nos, socorrei-nos ó Senhora Aparecida!

Crônica de Elias Daniel de Oliveira (08/10/2017) 

Fonte: CLIENT

comentários

Estúdio Ao Vivo