Emater–MG participa de programa de monitoramento da saúde de trabalhadores rurais no Centro-Oeste de Minas

Trabalho em São Roque de Minas busca monitorar a saúde dos agricultores expostos ao uso de agrotóxicos

PASSOS – (05/04/2016) –  Cerca de 20 agricultores familiares do município de São Roque de Minas, no Centro-Oeste do Estado, estão participando do Programa Plantando Saúde. O trabalho é uma parceria da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG) com a secretaria municipal de Saúde para monitorar as condições físicas dos  trabalhadores expostos ao uso de agrotóxicos.

Até o momento, o Plantando Saúde proporcionou consultas médicas e uma triagem dos trabalhadores rurais. Para uma próxima etapa, está prevista a coleta de sangue dos agricultores para exames. A finalidade é diagnosticar possíveis intoxicações. Em caso de algum resultado positivo, o agricultor será encaminhado para tratamento médico.

A iniciativa dá continuidade a uma oficina realizada no ano passado, na cidade de Passos, com a presença de extensionistas da Emater-MG e profissionais de municípios que fazem parte da  Superintendência Regional de Saúde de Passos. O objetivo foi capacitar técnicos da área para monitorar a saúde dos trabalhadores que estão expostos aos produtos químicos usados nas lavouras e debater a parceria da extensão rural no trabalho de prevenção.

O engenheiro agrônomo da Emater-MG em São Roque de Minas, Lívio Múcio de Souza, estáp satisfeito com a ação desenvolvida no município “Gostei muito do resultado, ocorreu tudo como planejado. Agora é dar sequência no trabalho e buscar estendê-lo a todos os produtores de São Roque de Minas que recebem assistência da empresa”. Além do agrônomo da Emater-MG, participam da ação um médico, uma enfermeira e uma representante da Vigilância Sanitária municipal.

O produtor Robson Soares disse que a iniciativa é importante para conscientizar o agricultor sobre os cuidados necessários com a própria saúde. Segundo ele, mais pessoas ficarão atentas, após a conclusão deste movimento. “Muito boa essa ideia, pois  ajudará ainda mais nós, produtores, a termos mais cuidado com a nossa saúde. É muito importante ter sempre um acompanhamento médico”, elogiou.

Agroecologia

A agrônoma da Emater-MG, Alice Soares, concorda com o produtor e acrescenta a importância de se incentivar uma agricultura com  técnicas agroecológicas. Segundo ela,  é preciso não apenas melhorar a qualidade vida de quem produz, mas também do meio ambiente e dos consumidores. “A apropriação de técnicas agroecológicas, tanto pelos técnicos como pelos agricultores, é de fundamental importância para minimizar o uso destes pesticidas. Trabalhamos para estender esta ação a todos os municípios que desejarem atuar nesta questão, pois a contaminação por agrotóxicos  é atualmente um problema de saúde pública”, explicou.

Um dos trabalhos da Emater-MG na região consiste em mobilizar e orientar os produtores na mudança do manejo de suas lavouras, priorizando a utilização de tecnologias menos agressivas à saúde humana e ao meio ambiente.

Assessoria de Comunicação da Emater-MG

Telefone: (31) 3349-8021 / 8096

www.emater.mg.gov.br

facebook.com/ematerminas

Crédito Foto 1 – Divulgação Emater-MG

Foto 2 (1)

Foto 1 (1)

Deixe uma resposta