Artesanato com fibra de taboa é resgatado em município do Centro-Oeste de Minas

IMG_2989

Tradição no município foi resgatada com ajuda da Emater-MG

 BELO HORIZONTE (02/05/2016) – O artesanato feito com fibra de taboa é uma prática antiga no município de Rio Piracicaba, região Central de Minas Gerais, mas que havia sido deixada de lado nos últimos tempos. A situação mudou depois que um grupo de artesãos decidiu resgatar essa tradição. Com o apoio da Emater-MG, eles aprenderam os segredos da atividade, que hoje é mais uma fonte de renda.

O grupo Carvalho Arte em Taboa é formado por quatro artesãs e um artesão. O interesse em trabalhar com a taboa veio após um curso organizado pela Emater-MG, em parceria com o Senar. Segundo a extensionista da Emater-MG, Ana Maria da Silva, a fibra de taboa é obtida através da poda das folhas. “Após esse processo é realizada a secagem em local arejado e bem ventilado, para evitar mofo nas folhas. Depois a fibra já está no ponto de ser trabalhada”, afirma.

Ainda segundo a extensionista, a taboa é uma planta existente nos brejos, com folhas longas de coloração verde-escuro. Após o processo de secagem, elas passam a ter uma cor amarelo-esverdeada. A planta é encontrada com facilidade no município de Rio Piracicaba e era muito utilizada na fabricação de esteiras para camas e na confecção de travesseiros.

O Carvalho e Arte em Taboa produz peças utilitárias e decorativas como cestas, caixas, artigos para cozinha e festas. Os produtos são vendidos na sede do grupo. Além do município, as peças são vendidas em Belo Horizonte e para os estados do Rio Grande do Sul, São Paulo, Espírito Santo e Rio de Janeiro.

A Emater-MG realiza o monitoramento das ações do grupo, orientando na gestão social, qualidade do produto, identificação e estudo de mercado para escoar a produção. “Com o apoio de parceiros, buscamos a possibilidade de implantação de projetos que possam fomentar a atividade e também promover o desenvolvimento da comunidade local”, diz Ana Maria da Silva.

“Eu nunca havia trabalhado com a taboa. Mas não foi difícil aprender. O material é fácil de manusear”. É o que relata Maria de Fátima Almeida, uma das artesãs do grupo. Maria de Fátima conta que a atividade tem ajudado a melhorar a renda familiar e a qualidade de vida das integrantes do grupo. “Isso vai possibilitar a melhoria de nossa infraestrutura e, assim, poderemos contratar mais artesãos e ampliar nossa produção”, diz.

O Carvalho Arte com Taboa também participou do Projeto de Fortalecimento da Indústria Artesanal, desenvolvido pelo Instituto Centro de Capacitação e Apoio ao Empreendedor.  Foram três etapas que abordaram temas como: cadeia produtiva, organização do espaço de trabalho e controles financeiros. Após a conclusão do projeto, o grupo conseguiu o Selo de Qualidade do Artesão. Atualmente o grupo busca parceria com empresas. “Isso vai possibilitar a melhoria de nossa infraestrutura e, assim, poderemos contratar mais artesãos e ampliar nossa produção”, diz.

Crédito Fotos: Erickson Aranda/Divulgação

 

Assessoria de Comunicação – Emater-MG

Jornalista responsável: Sebastião Avelar

Tel: (31) 3349-8096 / 8132

Email: avelar@emater.mg.gov.br

www.emater.mg.gov.br

facebook.com/ematerminas

unnamed

 

IMG_3053

IMG_3055

Deixe uma resposta